Pré-candidato a Dep. Federal, o historiador Celio Turino aposta em um modelo de educação e cultura para o Brasil.

download

Celio Turino nascido em Indaiatuba e crescido em Campinas, atua há mais de 30 anos junto à movimentos sociais e culturais como o movimento estudantil, tendo sido fundador do primeiro sindicato de servidores públicos do Brasil, participando ativamente do movimento contra a Carestia, em Defesa da Amazônia, a Anistia, as Diretas Já!, entre tantos, atualmente, integra o Coletivo Nacional de Cultura do PCdoB.

Foi secretário municipal de Cultura de Campinas, Diretor do departamento de programas de lazer na secretaria de esportes, na gestão de “Marta Suplicy”, e secretário na secretaria da Cidadania Cultural do Ministério da Cultura, criando o programa Cultura Viva, política do Ministério da Cultura que marca uma mudança de paradigma na elaboração de políticas públicas para a Cultura no Brasil.

 O Programa Cultura Viva viabilizou a criação de mais de 2000 Pontos de Cultura espalhados em mais de mil municípios do Brasil, beneficiando mais de milhões de pessoas e criando milhares de postos de trabalho.

 A cultura no Brasil se tornou um marco importante na idealização e na formação do pensamento humano, na educação, é no discernimento do certo e o errado temos, que apostar na erradicação do analfabetismo como forma de enriquecimento para o pais.

Com a visão social e cultural que tem Celio Turino, é possível uma mudança culturalmente sustentável na nossa sociedade.

São longos e tensos os dias que duram para construção de um mundo melhor. É preciso ter fé e convicção. E preciso acreditar e buscar inspiração, principalmente por que cultura e educação é quem poderá melhorará  as pessoas e consequente o mundo.

O Poeta cubano Ricardo retamar , disse:” “O ser humano possui duas fomes: uma de pão, que é saciável; e outra de beleza, que é insaciável”.   Sob o pão, o Governo,  socialmente interveio com programas sociais.

Sob beleza se entende educação, cultura, reconhecimento da dignidade humana e dos direitos pessoais e sociais como  saúde com qualidade mínima e transporte menos desumano.

Levantar a bandeira da cultura nos nossos dias significa criar um sistema que cuide dos nossos pensares, dos nossos fazeres e como fazer, dos nossos sentimentos, dos nossos saberes.

A cultura estimula o senso criativo das pessoas e não estamos somente na era da tecnologia, mas sobre tudo na era do conhecimento e o ser criativo é sem duvida  o homem do presente.

 A arte é sem dívida responsável por desenvolver no ser humano o sistema de criação, de embelezamento, encantamento sendo portanto, um grande estimulador da auto estima do ser pensador.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s