EDILSON BARBOSA: Amor por uma Ceilândia única e unida

ceilandia-minervino-_140

Não queremos a cidade dividida ao meio, a queda do muro de Berlim

Diz: “Ceilândia é a cidade que eu amo. É a cidade onde nasci, cresci, vivi e ainda vivo, com esposa e filhos. Impossível identificá-la com simples palavras, é dinâmica, estranha, vibrante, violenta,apaixonante, inusitada improvisadora, contraditória é ousada. Todas estas palavras e muitas mais a identificam. Enfim, amo tudo na Ceilândia, e por amor aceito suas qualidades e seus defeitos, suas vantagens e desvantagens”. assim define a sua paixão pela cidade.

Em entrevista a este blog na manhã desta segunda(26), Edílson Barbosa, demonstrou a sua insatisfação com o desenrolar dos encaminhamentos que o governo vem tratando a população de Ceilândia, que tanto anseia por mudanças e desenvolvimento econômico e social.

Segue: A Ceilândia não tem dono.

JKM: Havia fortes rumores em seu nome para administrador de Ceilândia por quê?

EB: O meu nome foi colocado á disposição pelo PDT, em virtude de ser militante ter nascido e crescido aqui, conversei com varias lideranças e caminhei em todos os bairros e conheço as dificuldades da nossa cidade, tenho um desejo de fazer um trabalho para o desenvolvimento econômico e social da Ceilândia, para que os moradores tenham o orgulho de dizer eu sou ceilandense.

JKM: Com a nomeação do Vice-governador para o cargo de administrador interino, a cidade já voltou a funcionar dentro da sua normalidade?

EB: Não, a cidade continua parada, o vice-governador não pode governar apenas a cidade de Ceilândia, ele foi eleito para ajudar o governador Rodrigo Rollemberg a governar o Distrito Federal inteiro, os serviços básicos oferecidos pela administração continua funcionando precariamente, esta foi uma decisão prematura e inadequada onde continuamos perdendo receita e investimentos privados. Ao que parece o governador Rodrigo Rollemberg esta precisando ter agilidade e pulso forte nas suas decisões, é preciso conversar com a comunidade e lideranças assim como foi prometido em sua campanha.

070

O governo Rollemberg e o vice Renato Santana não estão conversando com a comunidade

JKM: Em algum momento após a nomeação do vice Renato Santana o senhor conseguiu falar com ele?

EB: Eu já tentei falar com ele, mas sem resposta, mandei mensagens pra ele logo após a vitória do segundo turno mas o nosso contato é o minimo possível, o que mais esta faltando e a comunicação, as lideranças não entendem o por que as promessas de campanha não estão sendo cumpridas pelo governo Rollemberg, não estamos falando a mesma coisa a mesma linguagem no intuído de desenvolver a cidade, o vice- governador Renato Santana esta errando e muito em não falar com as lideranças locais.

JKM: O senhor esta tendo o apoio do partido PDT, para brigar pela administração de Ceilândia?

EB: O presidente do PDT Michel e o senador Cristovam, apresentaram o meu nome diretamente ao governador Rollemberg, e apreciado em outra situação juntamente com a deputada Celina Leão, Jóe valle, Reginaldo Veras e o senador Reguffe, e demais membros, onde conquistamos o total apoio, sabemos que esta é uma situação meramente política, todos sabem que a Ceilândia é o maior colégio eleitoral do Distrito Federal razão esta que a disputa por aqui fica mais acirrada.

JKM: O senador Hélio José com quem o senhor já esteve conversando, ele entrou nesta briga para resolver a situação da administração regional de Ceilândia?

EB: As poucas vezes que falei com o senador Hélio José, ele sempre diz que este é um assunto que o Deputado Federal Rogério Rosso(PSD) e o vice-governador Renato Santana, também do (PSD) estão conversando, e nunca se manifestou a favou ou contra, assim é a deputada Luzia de Paula, também moradora da cidade, ela me apoia mas não me indica por razões partidárias, eles acham que eu tenho um bom nome, mas a briga pela cidade esta nas mãos do PSD e aliados partidários.

JKM: O senhor esteve em reunião na casa do Deputado Federal Rogério Rosso, juntamente com o vice Renato Santana o senador Cristovam e o senador Hélio Jose, o que foi decidido nesta reunião?

EB: Falamos sobre varias coisas, a principal foi sobre a administração regional, onde ficou bem claro que a Ceilândia é uma questão de honra para o PSD, e que não vai abrir mão, esta cidade sempre foi vista como moeda de troca entre partidos, as conversas terminaram sem acordo, pois ainda tínhamos que conversar com a Deputada Luzia de Paula, mas eu acredito que o governador Rodrigo Rollemberg tem que tomar uma decisão definitiva para que a cidade volte a funcionar normalmente todos os seus serviços.

072

Eu tenho um desejo pessoal para administrar a Ceilândia, trazendo pra cidade o desenvolvimento econômico e social

JKM: O senhor continua com o desejo de administrar a cidade de Ceilândia?

EB: Sim, este é um desejo de vida, quero poder implantar o desenvolvimento para a nossa cidade, tudo que me foi pedido para fazer em prol ao meu nome eu fiz, relatórios, seminários, conversas com as lideranças, enfim esta tudo protocolado com o secretario institucional  Marcos Dantas, agora é esperar o governador administrar o seu mandato e ouvir as lideranças comunitárias.

JKM: O que o senhor deseja para a população do Distrito Federal neste governo Rollemberg?

EB: Eu desejo que a população não só de Ceilândia, mas de todo o Distrito Federal, tenha o orgulho de morar em Brasília e que os serviços básicos de atendimento saúde, educação, segurança estejam funcionando dentro da sua normalidade, quero andar nas ruas e não cair nos buracos, meios fios pintados, ruas iluminadas e um transito seguro Brasília passa por um momento caótico e não podemos continuar assim.

Por: Kadu Marques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s