Escolas de samba do Riacho Fundo II e da Gigante da Colina Águas Claras estão indignados com o descumprimento da lei e pede socorro

005

Marcelo Marques diretor da Acadêmicos do Riacho Fundo II

Marcelo Marques diretor da acadêmicos do Riacho Fundo II e Fabiano Leitão da Gigante da Colina Águas Claras, relatou com exclusividade a este blog, as suas indignações pela falta de compromisso e respeito que o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) vem tratando a cultura popular carnavalesca do Distrito Federal. Em nota eles desabavam, confira na integra a nota.

Nota Oficial

Nós, das escolas de samba do Riacho Fundo II e da Gigante da Colina, ficamos estarrecidos com a notícia da não realização do carnaval 2015 em nossa cidade. Mas o que mais nos incomodou é o fato de estarmos sendo usado como Boi de Piranha de uma briga politica, o atual governo falou que tinha apenas 64 mil reais em caixa, ficamos sabendo que existem mais de 1 bilhão e cem milhões disponíveis, para o conhecimento da sociedade esses 64 mil reais correspondem apenas á uma das contas do GDF no BRB o GDF possui mais de 20 contas só neste banco, e em outros também. O SIGGO (Sistema Integrado de Gestão Governamental) que soma os valores de todas as contas em bancos do GDF acusa que há 1 bilhão e cem milhões nos cofres do Distrito Federal. Qual é o motivo dessa informação absurda?  A intenção é causar o caos e a descrença na população do DF? Jogar a opinião pública contra nós carnavalescos? O carnaval aos olhos do espectador é somente uma festa, mas para nós sambistas que geramos empregos diretos e indiretos, é um espetáculo, uma arte e uma paixão que carrega a mais pura e genuína Brasilidade.

005 (2)

Fabiano Leitão diretor da G.R.E.S. Gigante da Colina Águas Claras

Vamos aos fatos para que a sociedade tenha conhecimento da cronologia dos pontos.

  • O Ex-governador Agnelo Queiroz do (PT) descumpriu a lei que ele próprio sancionou. Lei Distrital 4.738 onde diz que o carnaval tem que ser amparado com recursos públicos em 90 dias antes dos desfiles.
  • O Atual governador Rollemberg visitou o barracão onde as nossas fantasias estavam sendo confeccionadas, parabenizando os trabalhadores e garantindo a realização do carnaval.
  • No dia 5 de Janeiro, fomos recebidos pelo secretario de turismo e ele nós falou que tínhamos que cortar custos em 20% do orçamento para negociar com o governador a realização do evento.
  • No dia 6 de Janeiro entregamos ao secretario de turismo a nossa contribuição onde reduzimos não só 20% como pedido no dia anterior, mas sim 22%, para colaborar com a atual situação do GDF.
  • No dia 7 de Janeiro recebemos a notícia que não seria realizado o carnaval com recursos públicos, descumprindo a Lei Distrital 4.738, já no dia 8 apresentamos mais cinco propostas com diminuição de gastos na tentativa de negociação.
002

Acadêmicos do Riacho Fundo II

Notamos com tudo isso, é que nos pagamos o pato do antigo governador ter feito o Réveillon a revelia da sociedade, O atual governador quer com todo esse cenário fazer diferente e ganhar com isso a simpatia da sociedade, mascarando um trabalho que se iniciou a 130 que inclusive ele viu e nos visitou parabenizando aos profissionais que ale se encontrava trabalhando a mais de 6 meses 12 por dia.

Sr. Governador, dinheiro tem e não só os 64 mil reais conforme anunciados mas sim 1 bilhão e cem milhões guardados nos cofres públicos. Queremos apenas que o senhor cumpra a Lei e principalmente que não jogue a culpa da falta de pagamento dos servidores públicos em nossas costas. Gostaria de saber se o Sr. Vai ter peito para cancelar a comemoração de Corpus Christ? Outro evento que merece todo o nosso respeito, e acima de tudo é desenvolvido pelos mesmos trabalhadores que estão sem receber os seus salários, costureiras, marceneiros, ferreiros, aderecistas e o cenógrafo, qual é a diferença destes eventos o numero de votos em questão?

Queremos aqui dizer a toda sociedade do Distrito Federal, que estes profissionais acima citados já estão á seis (6) meses trabalhando sem receber os salários em virtude do não comprimento da Lei Distrital por parte do governo, pedimos a compreensão de todo a população Brasiliense, ressaltamos ainda que entendemos que existem outras prioridades a ser pagas, mas queremos apenas que seja cumprida a lei.

Diretores Marcelo Marques e Fabiano Leitão

Por: Kadu Marques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s