MANTENHA SUA EQUIPE MOTIVADA

                                                motivacao

O ritmo de trabalho de sua assessoria não pode cair. Por isso, é importante manter a motivação

A motivação é uma técnica utilizada em empresas privadas para manter a produtividade dos funcionários, e deve ser incorporada pelo político, seja no executivo, seja no legislativo, para que o ritmo de trabalho de sua assessoria não decaia.

A motivação deve ser incorporada ao jogo político, pois ajuda a manter a produtividade dos funcionários

Em qualquer esfera da nossa vida, como no casamento, no trabalho, no estudo etc., a rotina torna tarefas que eram realizadas com prazer e entusiasmo, em verdadeiros sacrifícios, feitos à custa de muito sofrimento e amargura.

Isso ocorre porque no dia-a-dia muitas frustrações são acumuladas. São expectativas que deixam de ser realizadas, ou se realizam, mas não do modo como era esperado. Pequenas mágoas que, com o tempo, transformam-se em profundas rivalidades, e assim por diante.

Na vida política, isso também acontece. Pouco a pouco o entusiasmo com o resultado eleitoral dá lugar às primeiras frustrações. São expectativas relacionadas a cargos e posições de destaque no governo, ou no gabinete do legislador, que fatalmente não são atendidas. Embora não perceptíveis num primeiro momento, tais rivalidades podem ser verdadeiras bombas-relógios prestes a explodirem.

No executivo há, ainda, toda uma série de restrições que impedem que os planos de governo sejam executados conforme o previsto. Em primeiro lugar surgem as restrições orçamentárias, endividamentos deixados por governos anteriores, quedas de receitas ou despesas inesperadas.

Em segundo lugar, aparecem os empecilhos da própria máquina burocrática. As estruturas estatais geralmente assumem formas fixas que acabam se tornando verdadeiros focos de resistência a qualquer tentativa de inovação.

No legislativo também se encontram muitos fatores de frustração e elementos que derrubam a motivação da equipe de assessoria. São projetos que, apesar de relevantes e bem elaborados, deixam de ir à votação porque os líderes partidários não chegam a um acordo sobre a pauta do dia, ou porque as iniciativas legislativas do executivo dominam a agenda. A todos esses fatores somam-se as cobranças dos eleitores que, alheios às dificuldades, esperam resultados imediatos. Diante desse quadro, cabe ao político responsabilidade por perceber quando é o momento adequado para alguma atitude que venha a reanimar a equipe.

O hábito de pequenas confraternizações em equipe podem ajudar a motivação de seu grupo

Atitudes singelas podem resultar num processo de motivação da equipe. Dentre vários exemplos de técnicas possíveis podemos destacar o hábito de pequenas confraternizações em equipe.

Nessas confraternizações, que podem ser desde um cafezinho no final de expediente até um jantar em algum restaurante agradável, o político pode reanimar sua equipe ressaltando os resultados obtidos, reafirmando compromissos e destacando o papel de cada membro da assessoria, ou até mesmo do primeiro escalão no caso do executivo, para que se conquistasse o que foi conquistado.

Enfim, assim como em nossa vida pessoal, na vida política é necessário utilizar todos os recursos disponíveis para que não percamos o ânimo e sejamos engolidos pela mera reprodução da rotina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s